Entregadores de aplicativo prometem parar dia 1º de julho

0
389

Os entregadores de empresas de aplicativos, como iFood, Rappi e Uber Eats devem paralisar por 24 horas no dia 1º de julho. Os trabalhadores protestam contra o baixo valor recebido pelas entregas e por medidas de segurança ante à pandemia do coronavírus.

De acordo com os prestadores de serviço, as empresas fazem um pagamento baixo por quilômetro rodado, além deles sofrerem com bloqueios feitos pelas próprias empresas caso se neguem a fazer corridas. Outra pauta importante de reivindicação é a falta de equipamentos de proteção para evitar o risco de contaminação pela Covid-19.

Manifestação – Conforme noticiamos aqui, os trabalhadores fizeram um protesto na Avenida Paulista no dia 5 de junho. Na ocasião, eles denunciaram o descaso dos aplicativos no que diz respeito à saúde dos entregadores.

Reivindicações – O valor atual pago pelas empresas é de R$ 0,93 por quilômetro rodado. Eles pedem que seja pago R$ 2,00 a cada quilômetro. Por esse motivo, muitos se vêem obrigados a trabalhar em torno de 12 horas por dia para conseguir cobrir os custos de vida e de manutenção das motocicletas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui