17.2 C
São Paulo
sábado, 20/04/2024

Extrema pobreza deve atingir 83 milhões na América Latina

Data:

Compartilhe:

Relatório apresentado pela Comissão Econômica para América Latina e o Caribe e pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura aponta que 83,4 milhões de pessoas devem ser atingidas pela extrema pobreza em 2020.

O documento aponta que, após sete anos de crescimento lento, o número de pessoas nessa condição pode aumentar em 16 milhões.

Essa região pode ter a maior queda do PIB regional em um século.

Brasil – O alto índice no desemprego e a grande redução de renda, além dos números recordes de contaminações e mortes pela Covid-19, influenciam nesses dados. Reportagem do portal da CUT afirma que a fome não é mais uma ameaça apenas para as periferias, mas uma realidade nacional.

Diretor do Centro de Excelência Contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos da ONU, Daniel Balaban, afirma que o Brasil levou quase 25 anos para diminuir a extrema pobreza e sair do Mapa da Fome, mas precisou apenas de cinco anos para voltar tudo de novo.

“É muito difícil fazer com que as pessoas saiam da extrema pobreza. Mas com um deslize, se retorna para aquela situação”, explica o diretor da ONU.

Conteúdo Relacionado

Escola do Sinpro SP promove novos cursos

A Escola de Professores do Sinpro SP está com vagas abertas para dois novos cursos neste mês de abril. A programação é voltada para...

Portuários fazem paralisação em 14 portos do país

Trabalhadores portuários de diversas regiões do País fizeram uma paralisação de seis horas na manhã de quinta-feira, 18. A ação abrangeu 14 dos 32...

Sindicalismo mantém ganhos reais elevados

Segue alto o índice dos aumentos reais nas negociações coletivas. A avaliação é do Dieese, que publica o boletim mensal "De Olho nas Negociações". O...

Metalúrgicos de Guarulhos vão inaugurar trilha no Clube de Campo

O Clube de Campo do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região é a maior e mais completa área de lazer da cidade. E...

Frentistas do Rio conquistam aumento de 7,3%

Avanços para os 11 mil trabalhadores em postos de combustíveis do Município do Rio de Janeiro. A Comissão de Negociação, que representa os empregados,...