Fepesp garante avanço histórico no Sesi/Senai

0
471

A direção do Sesi/Senai aceitou uma antiga e insistente reivindicação da Federação dos Professores do Estado de São Paulo – Fepesp. O Acordo Coletivo de Trabalho de 2022 decidiu que serão aceitos como dependentes e incluídos em plano de saúde os companheiros ou companheiras dos trabalhadores nas diversas formas de relacionamento.

Pela decisão, firmada na Campanha Salarial de professores e técnicos de ensino da instituição, os companheiros em união estável ou em relação homoafetiva passarão a ser aceitos nas fichas de plano de saúde. Isso acontecia somente com os cônjuges dos profissionais.

Para presidente da Fepesp, Celso Napolitano, que coordena a comissão de negociação dos Sindicatos, o acordo oferece tranquilidade às famílias, qualquer que seja a configuração.

Ele comemora: “Esta proposta representa uma compreensão avançada da instituição quanto à forma de relacionamento conjugal de seus educadores. Valeu nossa insistência, valeu a compreensão da instituição”.

Próximo Passo – Ainda este mês, o Sesi/Senai consultará os professores sobre o interesse em incluir seus companheiros no plano. O pedido já é antigo e chegou a ser discutido judicialmente, mas não encontrava respaldo na direção do Sesi/Senai.

“A nova direção da Fiesp, presidida agora pelo empresário Josué Gomes, iniciou sua gestão demonstrando apreço pela diversidade e respeito aos educadores e educadoras”, diz Napolitano.

Reajuste – Além dessa inclusão de dependentes nos planos de saúde, os trabalhadores do Sesi/Senai conquistaram o reajuste na data-base 1º de março. Segundo o presidente da Fepesp, os professores terão a recomposição integral da inflação medida pelo INPC.

MAIS – Acesse o site da Fepesp.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui