Frentistas do RJ conquistam reajuste e aumento nos benefícios

0
1487
sindicalistas
Eusébio Pinto é presidente do Sinpospetro-RJ e da Federação Nacional dos Frentistas

Os trabalhadores dos postos de abastecimento e lojas de conveniência do Estado do Rio de Janeiro conquistaram aumento de 8% no tíquete-alimentação, 2,05% no abono salarial e 2,45% de reajuste salarial.

O reajuste das cláusulas econômicas foi obtido após negociação de termo aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho 2019-2021, negociada entre o Sinpospetro-RJ, o Sinpospetro-Niterói e o Sinpospetro-Campos dos Goytacazes com o patronal Sindestado.

O reajuste salarial imediato é de 1,45%, retroativo a 1º de junho, data base da categoria, com acréscimo de mais 1% em janeiro de 2021. O pagamento retroativo da diferença salarial deverá ser feito em três parcelas iguais nas folhas de setembro, outubro e novembro desse ano.

As diferenças relativas ao reajuste do tíquete deverão ser creditadas no cartão alimentação também em três parcelas, nesses mesmos meses. Já a participação nos lucros e resultados (PLR), que com o reajuste chegou a R$ 545,74, deverá ser paga em duas parcelas, nas folhas de pagamento de setembro e novembro.

Para Eusébio Pinto, presidente do Sinpospetro-RJ e da Federação Nacional dos Frentistas (Fenepospetro), o acordo é uma grande conquista para os frentistas, principalmente em tempos de recessão econômica. “A negociação foi dura, mas conseguimos reajuste acima da proposta dos patrões, além de manter as cláusulas sociais conquistadas das convenções anteriores”, explica.

Mais – Acesse o site do Sinpospetro-RJ e Fenepospetro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui