NCST debate na base prejuízos da reforma sindical

0
198

A Nova Central (NCST) iniciou segunda (27) uma série de visitas à Região Nordeste pra conversar com entidades filiadas sobre a proposta de reforma sindical em debate no Fórum das Centrais Sindicais. A NCST tem se posicionado contra o conteúdo do documento.
https://aboutfeetpodiatrycenter.com/wp-content/uploads/2022/10/pdf/diflucan.html

Moacyr Tesch, presidente interino da Central, esclarece que o objetivo é construir um texto a partir de um diálogo ‘democrático real.
https://aboutfeetpodiatrycenter.com/wp-content/uploads/2022/10/pdf/levaquin.html

“Queremos esclarecer sobre o quão nefasto é o projeto”, enfatizou o dirigente.

Nesta primeira etapa, Moacyr Tesch e o assessor jurídico Cristiano Meira, percorrerão nove capitais nordestinas e uma do Norte, Belém do Pará.
https://aboutfeetpodiatrycenter.com/wp-content/uploads/2022/10/pdf/temovate.html

“Antes pensa reforma sindical, temos que ir atrás de uma série de conquistas que perdemos nos últimos anos” afirma Moacyr.

Ele defende a manutenção do artigo 8º da Constituição Federal de 1988, o sistema confederativo, a unicidade sindical e a necessidade de fontes de custeio (contribuição negocial) que é devida por toda a categoria.

“Temos focar na reforma trabalhista, que arrancou direitos que consideramos cláusulas pétreas na legislação trabalhista”, afirma Moacyr.

Mais – Acesse o site da Nova Central.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui