18.7 C
São Paulo
sexta-feira, 24/05/2024

Pagamento do 13º salário injetará R$ 291 bilhões no mercado

Data:

Compartilhe:

Trabalhadores de todo o Brasil receberam na quinta (30)  a primeira parcela do 13º. Cerca de 87,7 milhões de pessoas, entre aposentados, trabalhadores formais, pensionistas e beneficiários do INSS, receberão as duas parcelas do benefício. Valor médio será de R$ 3.057,00.

Segundo o Dieese, o 13º injetará R$ 291 bilhões no mercado. Montante beneficiará comércio, serviços e outros setores. O economista Rodolfo Viana, responsável pela subseção do Dieese no Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região, afirma: “Em regra, o setor que mais se beneficia é o comércio”.

Pagamento – A segunda parcela deve ser paga até o dia 20 de dezembro, recaem os descontos de lei.

Segundo Rodolfo Viana, a primeira parcela já elevará as compras. “Estamos em um momento de aumento nos empregos. Já foram gerados 1,7 milhão de vagas formais até outubro. Somando-se a isso o ganho real no salário mínimo, o programa Desenrola, com renegociações de dividas de pessoas com nome negativado, a lógica é crescimento nas vendas”, comenta. No geral, diz o economista, os trabalhadores investem o 13º salário em bens de menor valor ou pagam dívidas.

Conquista – O 13º é conquista da classe trabalhadora. Em 1962, categorias fizeram greve geral pelo Abono Natalino.  Após a paralisação, o direito foi conquistado. No mesmo ano, o presidente João Goulart sancionou o Lei 4.090, que legalizou o benefício.

Direito – Caso o trabalhador não tenha recebido a primeira parcela até quinta (30), deve procurar o Sindicato ou o Ministério do Trabalho. Sindicatos de cada categoria estão atentos pra orientar e assegurar os pagamentos.

MAIS – Site do Dieese, Sindicatos, Federações e Confederações.

Conteúdo Relacionado

Diap divulga prioridades para 2024

O Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) divulgou na quarta, 22, estudo que aponta as principais prioridades da classe trabalhadora brasileira para 2024.Intitulado "Pauta...

Abril tem ganho real em 77% das negociações

Os reajustes salariais em abril tiveram ganho real em 77% dos casos, segundo dados do boletim do Dieese que avalia as negociações coletivas no...

Engenharia pode ajudar Sul a se reerguer

Há vários anos, o Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (Seesp) e a Federação Nacional da categoria defendem que Prefeituras e governos...

Caem os aumentos reais

Caiu em relação aos meses anteriores o índice de aumentos reais nas negociações coletivas. Os dados constam do mais recente boletim do Dieese -“De...

Plenária une ação de massa e diálogo político

Um sindicalista metalúrgico presente à Plenária Unitária das Centrais nesta quarta (22), em Brasília, avaliou como “muito positivas as ações de massa e também...