Para Banco Mundial, informalidade atrapalha recuperação do Brasil

0
310

O Banco Mundial divulgou, nesta segunda (8), que a economia global deve registrar a maior retração já registrada, desde a Segunda Guerra Mundial, fechando em 5,2% em 2020, por conta da crise do coronavírus. O Brasil, a previsão de queda é de 8%.

O estudo da entidade aponta que os países em desenvolvimento registram maiores taxas de trabalho informal e, por conta disso, a recuperação será mais lenta. O Brasil, por exemplo, deve crescer apenas 2,2% em 2021, enquanto o crescimento mundial esperado é de 4,2%.

Dieese – Em entrevista ao Jornal Brasil Atual, o diretor-técnico do Dieese, Fausto Augusto Junior, avalia que a informalidade é um problema crônico. O que chama a atenção, porém, é o governo Bolsonaro estimular o trabalho informal e promover a destruição de direitos trabalhistas e sociais, como a Previdência Social e o FGTS.

Auxílio – Fausto Augusto defende que o Auxílio Emergencial seja expandido até o fim do ano para reduzir os impactos da pandemia. Para ele, é o mínimo que se pode imaginar diante dos números da economia. O diretor ainda afirma que isso pode possibilitar a renda básica de cidadania.

Mais – Veja o vídeo completo do Jornal Brasil Atual aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui