Em Guarulhos, Grande São Paulo, a população, comércio e indústria estavam revoltados com a Taxa de Lixo imposta pelo prefeito Guti (PSD). Todo o movimento sindical local também combatia a taxa, por ser inoportuna e em valores muito altos.

A luta se arrastava há meses, inclusive com diversas demandas judicias, em várias instâncias. E o prefeito não abria mão da cobrança. Mas ontem, terça, o cabo de guerra terminou, pois Guti decidiu não mais cobrar a taxa.

Em vídeo, ele comunicou sua decisão, alegando que decidira ouvir o clamor popular. Contudo, há versões de que ele ousou demais ao tentar peitar as empresas de aviação – ou seja, botou muita areia em seu caminhão.

Metalúrgicos – Josinaldo José de Barros (Cabeça), presidente do Sindicato da categoria, comenta: “O que derrotou a taxa abusiva foi a pressão popular. Político tem medo mesmo é de povo na rua”.

Entidades já se mobilizam pra tentar receber de volta as mensalidades já pagas quanto à taxa de lixo.

MAIS – Site dos Metalúrgicos de Guarulhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui