23.4 C
São Paulo
sábado, 15/06/2024

Sindicalismo busca barrar Marinho

Data:

Compartilhe:

O senador Rogério Marinho (PL-RN) faz dura oposição à decisão do Supremo Tribunal Federal que, em setembro, constitucionalizou a contribuição assistencial pra todos os trabalhadores, sindicalizados ou não.

Ex-ministro de Bolsonaro, ele garante que a oposição ao governo obstruirá os trabalhos da Comissão de Assuntos Sociais enquanto o PL 2.099/23, que visa estimular o direito de oposição à assistencial, não for votado. Segundo alega, “é preciso proteger o trabalhador da exploração sindica!”.

Paim – O Projeto aguarda parecer de Paulo Paim (PT-RS), que é seu relator. Sindicalista de origem, o gaúcho busca estabelecer acordos e firmar consensos por um relatório favorável à contribuição, que atenda os Sindicatos laborais e também os patronais.

Compromisso – Neuriberg Dias, jornalista e diretor de Documentação do Diap, falou à Agência Sindical. Ele comenta: “A atitude do senador Marinho é explicável, pois ele foi pai da reforma trabalhista e tem compromissos com o empresariado em manter tudo o que conseguiu aprovar quando deputado federal”.

Segundo o integrante do Diap, “Rogério Marinho quer pautar Senado e Câmara, preparando terreno contra o custeio sindical”. Neuribeg Dias orienta: “Importante a direção sindical reforçar a comunicação, pra valorizar as entidades, destacar as negociações coletivas e divulgar os ganhos às categorias por meio das organizações sindicais”.

Rumos – Caso aprovado o relatório de Paim na CAS, o texto seguirá ao Plenário. Neuriberg frisa: “A estratégia do movimento não deve ser de ataque, mas de diálogo e fortalecimento das entidades junto ao Parlamento.” Ele entende, “que ainda há espaço pro movimento sindical atuar afinado com o Parlamento, fazendo avançar nossas propostas”.

Centrais – Prevista pra segunda-feira, 4, encontro das direções sindicais, em Brasília, como o relator da matéria, senador Paim.

MAIS – Site do Diap e do Paim.

Conteúdo Relacionado

Cesta básica sobe, mostra o Dieese

Pesquisa mensal do Dieese apura que em maio o valor do conjunto de alimentos básicos aumentou em 11 das 17 Capitais. A Pesquisa Nacional...

Sindicato de Niterói firma aditivo com avanços

Mais uma vitória para uma grande parcela de frentistas no Estado do Rio de Janeiro. Desta vez, de Araruama, Cachoeira de Macacu, Guapimirim, Iguaba...

Miguel da Força defende democracia e inclusão

Na quarta (12), Miguel Torres falou em nome do sindicalismo nacional e da classe trabalhadora na Conferência da Organização Internacional do Trabalho, em Genebra,...

CUT debate os impactos dos parques eólicos para a classe trabalhadora

A CUT debateu nesta terça-feira (11) e quarta-feira (12) em Natal, no Rio Grande do Norte, os impactos dos parques eólicos nas comunidades locais,...

Químicos de Rio Claro fazem Curso de Fortalecimento da CIPA

O Sindicato dos Químicos de Rio Claro e Região, em parceria com o DIESAT e com o apoio da FEQUIMFAR, realiza entre os dias 10...