Sindicalismo preserva unidade em meio à disputa eleitoral

0
243
MESMA VOZ - Dirigentes falam, unitariamente, no mesmo vídeo de caráter político e eleitoral

Na reta final das eleições, as Centrais Sindicais gravaram vídeo, em forma de jogral, no qual punham força na ideia de resolver a eleição em primeiro turno e também de colocar o sindicalismo no centro do projeto de reconquistar direitos.

Gravaram Sérgio Nobre, pela CUT, Miguel Torres, Força Sindical, Ricardo Patah, UGT, e Ronaldo Rodrigues Leite, pela CTB.

NCST – A Nova Central Sindical de Trabalhadores não participou da gravação, mas apoiou a iniciativa. Seu presidente, professor Oswaldo Augusto de Barros, saúda a unidade sindical em meio à disputa eleitoral e afirma que ela será fundamental para futuras negociações junto a governos, Congresso e ao patronato.

Diz o professor: “Entendo que isso se chama amadurecimento. Colocar os interesses maiores da Nação acima do interesse específico de uma ou outra entidade. Isso cria condições para o dia seguinte. Temos a pauta da Classe Trabalhadora definida na Conclat e outras reivindicações e demandas. Trabalharemos com unidade”.

Clemente –  Tanto quanto uma  forma de apoio à chapa Lula/ Alckmin, o vídeo é um apelo para que o eleitor escolha comprometido com as pautas do trabalhador. Os candidatos de direita têm força e por isso são sempre reeleitos. Mas, eles não têm ligação com os interesses da classe trabalhadora. Então o vídeo também é um alerta para que o eleitor fique atento em quem vai votar para deputado e senador”, conta Clemente Clemente Ganz Lúcio, ex-diretor técnico do DIEESE e assessor das Centrais Sindicais.

MAIS – Clique aqui e assista ao vídeo.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui