SinproSP tenta reverter 500 demissões na Uninove

0
624

Quinta, dia 9, acontecerá audiência no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região entre o Sindicato dos Professores de São Paulo e a Universidade Nove de Julho. A instituição demitiu 500 professores, sem qualquer negociação com a entidade de classe.

Sílvia Bárbara, diretora do SinproSP, afirma: “Vamos pleitear no Tribunal que sejam revertidas essas demissões”. O corte dos 500 profissionais ocorreu sem qualquer tentativa de negociação com o Sindicato. Os professores ficaram sabendo do desligamento por informe na Uninove no mesmo aplicado utilizado para dar aulas on-line.

No mesmo comunicado, on-line e sem prévio aviso, eles eram informados de que deveriam comparecer à sede da instituição, na região central, para assinar papelada e devolver carteirinha de plano de saúde, crachás e outros documentos.

Outras – Faculdade Sumaré, Unicsul e outras também têm demitido em larga escala. Na Anhembi-Morumbi, o Sindicato conseguiu negociar suspensão de contrato, garantindo emprego até novembro e pagamento salarial até 18 de janeiro.

Mais Informações – Acesse o site do SinproSP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui