Voto feminino será decisivo

0
362
voto feminino

O Tribunal Superior Eleitoral divulgou o mapa do eleitorado. As mulheres ampliam presença e já são 53% do total. Homens representam 47%. Em números, o eleitorado feminino supera em 8,5 milhões o masculino. A proporção feminina cresce. Em março, as mulheres possuíam 78 milhões de títulos; homens, 69,8 milhões.

Entre os grupos a quem o voto é facultativo, isto é, pessoas com 16 e 17 anos, e as acima dos 70, a discrepância é ainda maior: mulheres são 56%; homens, 44% do eleitorado.

Diferença – Dados relativos a eleições passadas mostram aumento do peso do voto feminino. Em 2002, as mulheres respondiam por um contingente de 58,6 milhões, 51% do universo apto ao voto; os homens eram 56,4 milhões (49% do total). Quatro anos depois, esses índices subiram para 51,5% (mulheres) e 48,5% (homens).

Em 2018, as mulheres atingiram o patamar de 52,5% do eleitorado apto ao voto (77,3 milhões de títulos); homens, 47,5% (69,8 milhões).

São Paulo – No Estado, as mulheres contabilizavam, em março, 17,2 milhões de títulos – 53% do eleitorado. Os homens possuíam, no mesmo período, 15 milhões de títulos, ou 47%.

Lula – A maioria feminina é uma das vantagens eleitorais de Lula (PT). Em todas as pesquisas, ele aparece à frente de Bolsonaro com larga vantagem quando se trata do voto da mulher.

MAIS – Acesse o site do Tribunal Superior Eleitoral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui