60 anos do Sindicato é marcado com ato político em Osasco

0
94
Osasco

Foi num clima de lutas, de conquistas e resistência que aconteceu nesta quarta-feira, 19, a cerimônia de celebração dos 60 anos do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região. A comemoração, que aconteceu na sede em Osasco, contou com a presença da categoria, ex-diretores e diversas lideranças sindicais e políticas, e autoridades, marcando um momento de reflexão e reconhecimento da importante trajetória do Sindicato ao longo de sua existência.

O presidente do Sindicato, Gilberto Almazan (Ratinho), enfatizou a importância da “história do Sindicato construída por várias mãos”, compartilhou os momentos difíceis e conturbados vividos, como as intervenções (1964 e 1968) pela entidade na ditadura militar, as crises econômicas e políticas, e ataques dos mais diversos tipos aos nossos direitos dos trabalhadores.

“Lutamos bravamente por melhores condições de trabalho, por salários justos, pela manutenção de empregos, por local de trabalho seguro e saudável, pela igualdade entre homens e mulheres, pela democracia e por um país mais justo para todos e todas”, destacou ele, que também enfatizou as grandes lideranças que nasceram do Sindicato e ganharam projeção nacional. Entre elas, Claudio Magrão, Mônica Veloso, Milton Cavalo, Gleides Sodre, Carlos Aparício Clemente, entre tantos outros.

História de Luta – Durante a cerimônia, lideranças sindicais relembraram os desafios enfrentados ao longo dos anos, as conquistas alcançadas e a importância da luta pelos direitos dos trabalhadores. Também foram destacados os esforços daqueles que, ao longo do tempo, se dedicaram a fortalecer o Sindicato e contribuir para a melhoria das condições de trabalho para todos e todas.

“A fundação deste Sindicato fortaleceu a luta dos trabalhadores, a história demonstra isso: Osasco trabalhou no enfrentamento à ditadura, pela democracia. As greves históricas constituídas na região e as lideranças que nasceram destes movimentos influenciaram o sindicalismo no Brasil. O Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região garantiram seu lugar na história”, enfatizou Miguel Torres, presidente da Força Sindical.

Homenagem – Os ex-presidentes e ex-diretores do Sindicato foram homenageados pelo papel fundamental que desempenharam na história da entidade. Suas contribuições, então, foram reconhecidas e celebradas como peças-chave no fortalecimento da entidade e da categoria.

Entre eles, Claudio Magrão, ex-presidente e atual vice-presidente da entidade: “É uma satisfação imensa fazer parte desta diretoria. Este é um Sindicato que tem história. A gente tem que pensar no passado e dar valor. Se teve o passado, é porque vivemos hoje o presente e amanhã teremos o futuro. Este Sindicato sempre teve esta linha de conduta de respeitar aqueles que ajudaram a construir estes 60 anos”.

“Vejo com muita alegria a homenagem prestada aos ex-diretores que contribuíram para manter o nome deste Sindicato sempre na vanguarda. Este Sindicato, com certeza, é um dos mais importantes filiados à nossa Federação. Trago o nosso abraço a toda categoria e diretoria. Este Sindicato tem luta, tem história e tem trabalho”, destacou Eliseu Costa, presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo.

A celebração reforçou o compromisso de todos com a classe trabalhadora, mantendo vivo o legado deixado pelas gestões passadas do Sindicato. O evento serviu como um lembrete de que as conquistas obtidas até então são apenas o começo, e que a luta pelos direitos e melhores condições de trabalho deve ser uma constante na vida dos metalúrgicos e de todas as categorias.

“É fundamental mantermos nosso olhar voltado para o futuro e fortalecer a luta pelos direitos e interesses da nossa categoria. Isto porque vivemos um momento de profundas transformações tecnológicas e sociais, que influenciam diretamente nossa indústria e o mundo do trabalho”, falou Ratinho sobre os desafios.

Mais – https://sindmetal.org.br/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui