23.8 C
São Paulo
terça-feira, 18/06/2024

Federação dos Petroleiros indica paralisação unificada

Data:

Compartilhe:

Após reunião da terça (10), o Conselho Deliberativo da Federação Única dos Petroleiros – FUP e seus Sindicatos, reforçam o que vem sendo enfatizado nas mesas de negociação coletiva: a reconstrução do Sistema Petrobrás passa necessariamente pela valorização dos petroleiros e pela humanização das relações de trabalho.

O indicativo para as assembleias, portanto, é de rejeição da segunda contraproposta que foi apresentada pela Petrobras no dia 9/10.

Por isso, aliada à Federação Nacional dos Petroleiros, a FUP define calendário conjunto de paralisações por segmentos, envolvendo nacionalmente todos os trabalhadores do Sistema Petrobras. As duas federações exigem soluções das questões consideradas estruturantes para a categoria, como o resgate da AMS, a preservação da vida dos trabalhadores impactados pelas transferências compulsórias, a construção de uma política justa e transparente de recomposição dos efetivos, a garantia de condições seguras de trabalho e de melhoria da qualidade de vida nas unidades industriais e o fim dos afretamentos de plataformas e navios.

Haverá assembleias até o dia 26/10, com indicativo de rejeição da segunda contraproposta do Sistema Petrobrás;
Estão previstas paralisações nacionais por seguimentos em todo o Sistema Petrobrás: 27/10 no refino e UTEs, 30/10 nas subsidiárias, 31/10 nas unidades administrativas e 01/11 no E&PP.

No que diz respeito ao reajuste proposto, o mínimo que os trabalhadores esperam é a recomposição salarial e a recuperação do poder de compra da categoria. Além do ganho real de 3%, os petroleiros reivindicam 3,8% de reposição das perdas passadas e equiparação entre as tabelas salariais da Petrobras e das subsidiárias.

MAIS – Site da FUP e da FNP

 

Conteúdo Relacionado

Metalúrgicos de Catalão conquistam avanços

Depois de muita negociação, terminou com boas notícias a Campanha Salarial 2024/2025 da John Deere, no Catalão, em Goiás. Os metalúrgicos conseguiram conquistar reajuste...

Cesta básica sobe, mostra o Dieese

Pesquisa mensal do Dieese apura que em maio o valor do conjunto de alimentos básicos aumentou em 11 das 17 Capitais. A Pesquisa Nacional...

Sindicato de Niterói firma aditivo com avanços

Mais uma vitória para uma grande parcela de frentistas no Estado do Rio de Janeiro. Desta vez, de Araruama, Cachoeira de Macacu, Guapimirim, Iguaba...

Miguel da Força defende democracia e inclusão

Na quarta (12), Miguel Torres falou em nome do sindicalismo nacional e da classe trabalhadora na Conferência da Organização Internacional do Trabalho, em Genebra,...

CUT debate os impactos dos parques eólicos para a classe trabalhadora

A CUT debateu nesta terça-feira (11) e quarta-feira (12) em Natal, no Rio Grande do Norte, os impactos dos parques eólicos nas comunidades locais,...