O movimento sindical se reúne na manhã desta terça (27) com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Alexandre de Moraes. O objetivo é expressar a posição do sindicalismo sobre a necessidade de reforçar a segurança no dia das eleições, 2 de outubro.

A Agência Sindical ouviu Miguel Torres, presidente da Força Sindical. Ele explica que o encontro dá sequência à série de reuniões das entidades sindicais com órgãos públicos. Na semana passada, houve encontro com o Ministério Público do Trabalho, em Brasília.

Miguel comenta: “O Brasil tem tradição de eleições pacíficas e queremos que isso se repita na eleição deste ano. O eleitor deve se sentir tranquilo pra exercer o direito de votar e os mesários, bem como os Servidores públicos, também devem ter as devidas garantias”.

A reunião com o ministro Alexandre de Moraes foi precedida de ofício das Centrais, no qual as entidades pediam audiência e reforçavam a importância da segurança. O encontro está marcado para as 11 horas, no TSE, Brasília.

COAÇÃO – As Centrais já publicaram boletim para as redes sociais, alertando contra a coação eleitoral por setores do patronato. O Ministério Público do Trabalho já havia publicado Nota Técnica, de orientação contra o assédio eleitoral.

O presidente da Força Sindical afirma: “Que todos votem livremente e façam as suas escolhas, sem assédio ou constrangimento”.

MAIS – Sites das Centrais e do TSE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui