A radicalização ideológica tem prejudicado o brasileiro, principalmente com a perda de direitos trabalhistas e previdenciários. Diante disso, é urgente restabelecer o diálogo e o debate, principalmente nos Legislativos.

Com essa convicção, três lideranças conceberam o movimento Equilíbrio Brasil, que visa agregar candidatos comprometidos com a ética na conduta e moderação na defesa de posições. São eles: Antonio Carlos Fernandes Lima Junior, presidente da Conacate – Confederação Nacional das Carreiras e Atividades Típicas de Estado; Oswaldo Augusto de Barros, presidente da CNTEEC e coordenador do Fórum Sindical (FST); e André Luiz Gutierrez, da Cobrapol, dos Policiais Civis.

Razões – Antonio Carlos explica: “O objetivo do Equilíbrio Brasil é apontar para a sociedade opções que escapem do radicalismo no ambiente político, entre amigos e mesmo na família”. Segundo o dirigente, a iniciativa é suprapartidária, sem tutela ideológica. Ele diz: “É preciso equilibrar as relações entre empregador e trabalhador, Estado e povo, instituições e sociedade”.

Segundo o presidente da Conacate e Servidor do Legislativo, o Equílibrio Brasil está aberto a participações de todo o País, de todos os partidos, dentro das linhas da ética e moderação. Antonio Carlos Fernandes Lima Jr. lamenta a pouca pluralidade no Parlamento. “A ideologia do confronto distorce a representatividade. O Brasil sempre foi plural”, ele comenta.

O dirigente lembra que a própria Constituição de 1988 nasceu do debate entre segmentos diferentes da sociedade representados na Constituinte. Antonio Carlos afirma: “Só o equilíbrio possibilita acordos, pactos e avanços”.

Participação – Em vez de colher assinaturas numa carta-compromisso, o candidato a vereador grava vídeo de 20 segundos, se apresenta, diz seu número e envia para o WhatsApp do Movimento (11) 99708.5263. O conteúdo será veiculado nas redes sociais do Equilíbrio Brasil.

Facebook – Clique aqui e acesse a página do Equilíbrio Brasil.

Mais – Confira os sites da Conacate, CNTEEC e Cobrapol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui