Comerciários de SP e UGT organizam 5º Mutirão do Emprego

0
758
A coordenadora Cleo foi entrevistada na live de segunda (31) pelo jornalista João Franzin

Vem aí o 5º Mutirão do Emprego do Sindicato dos Comerciários de São Paulo e da UGT. Acontecerá na segunda quinzena de setembro e será virtual. A meta é atrair mais empresas e ampliar as vagas. Não há cobrança de taxas para os candidatos.

As explicações foram dadas por Cleonice Caetano Souza, diretora do Sindicato e coordenadora do GT organizador do Mutirão. Ela falou dia 31 de agosto à live da Agência Sindical.

TRECHOS PRINCIPAIS:

Virtual – O momento exige todos os cuidados e respeito aos protocolos médicos. Muitas empresas passaram links de vagas pra que pessoas se cadastrassem e nós pensamos num Mutirão virtual. Temos parceria com a Secretaria de Emprego do Estado, vamos buscar qualificação com o Paula Souza, Senac e Senai, e fazer os encaminhamentos, com links pra cadastrar o currículo e concorrer às vagas.

Participação – Vamos passar todas as plataformas que os candidatos poderão acessar e cadastrar seus currículos à vaga. E montaremos turmas a quem ofereceremos qualificação.

Cargos – Há funções que não requerem cursos prolongados. Tem empresa que precisa contratar logo. Porém, muitas estão abrindo vagas a médio e longo prazos, dando a oportunidade às pessoas sem qualificação. A pessoa com qualificação tem mais chances de encontrar um emprego melhor.

Participação – Qualquer cidadão, de qualquer categoria profissional, pode se candidatar às vagas e também aos cursos. Não haverá taxas ou custos. Será tudo gratuito.

Parceiros – Pra realizar esses mutirões, temos parceria com os Sindicatos de Padeiros, Asseio e Conservação e do Sintetel. O Sintetel também oferecerá vagas no Mutirão Virtual.

Metas – Os setores de supermercado e farmácia cresceram bastante nos últimos meses. O de supermercado, acredito, será um dos que mais vão oferecer vagas. No começo da pandemia, muitos demitiram. Agora, precisam se readequar.

Deficientes – Teremos vagas específicas pra pessoas com deficiência. Empresas precisam contratar, pois existe uma lei que deve ser cumprida. Mas esses profissionais não devem ser contratados só pra cumprir cotas e sim por responsabilidade social. A pessoa, ao se candidatar, vai explicar qual a deficiência.

Suporte – A maioria dos brasileiros têm um celular, mas com um pacote básico, pois a internet não é barata. Por isso, durante o 5º Mutirão do Emprego teremos o cuidado de propiciar suporte pra que as pessoas se cadastrem, sejam orientadas e encaminhadas.

Apoio – Nossa rede de apoio informará e encaminhará para vagas. Mas, devido à pandemia, não será possível participar do Mutirão no Sindicato. No dia, não teremos atendimento presencial, somente orientação.

Números – No último Mutirão teve uma média de 100 empresas participantes. Agora, pra segunda quinzena de setembro, esperamos mais. O fato de ser virtual estimula essa parceria.

Live – Clique aqui e assista na íntegra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui