Comerciários exigem medidas efetivas pra reabertura de lojas

0
319
Ricardo Patah é presidente do Sindicato dos Comerciários de SP e da UGT

O Sindicato dos Comerciários de São Paulo assinou terça (9), junto à Prefeitura e os lojistas da Capital, protocolo com medidas de segurança para a reabertura do comércio de rua a partir desta quarta (10).

O protocolo estabelece regras rígidas para que o funcionamento das lojas ocorra de forma segura, ante a possibilidade de uma “nova onda” de contaminação pelo novo coronavírus após a flexibilização das medidas de isolamento social. Entre as restrições, está o horário de abertura dos estabelecimentos que será das 11 às 15 horas. Tanto na rua quanto nos shoppings, as lojas deverão seguir um limite de funcionamento máximo por dia para evitar sobrecargas no sistema de transporte público da cidade.

Na avaliação de Ricardo Patah, presidente do Sindicato, o momento é delicado. “Os comerciários precisam retornar ao trabalho pra manter seus compromissos. Mas esse retorno tem que ser com segurança máxima. A recuperação da economia é importante, mas a vida é muito mais importante”, ele afirma.

Segundo Patah, a principal preocupação de todos os envolvidos na atividade deve ser com a adoção de medidas de proteção à saúde do trabalhador e da população. “Precisamos manter o distanciamento social, a higiene, sanitização de ambientes, fazer testes nos funcionários, e medir a temperatura de clientes e comerciários”.

O dirigente também cobra outras medidas. “Tem outra série de questões que precisam ser solucionadas. Como o problema da superlotação do transporte público, das creches. Onde as trabalhadoras vão deixar seus filhos? Tudo isso precisa ser resolvido”, aponta.

Patronal – Ante a cobrança, empresários se comprometeram a adotar um sistema de agendamento para atender a clientela, reduzir a quantidade de funcionários dentro das lojas e estabelecer esquema de apoio para colaboradores que não tenham quem cuide de seus dependentes durante o período em que as creches, escolas e abrigos estiverem fechados.

Atendimento – Pra atender as demandas da categoria, o Sindicato vai restabelecer o atendimento presencial no mesmo horário de funcionamento das lojas. Ou seja, das 11 às 15 horas. O telefone é (11) 2121.5900.

Mais – Acesse o site dos Comerciários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui