Corrida de 100 metros e maratona – João Guilherme Vargas Netto

0
61

As atividades sindicais podem ser descritas de maneira geral comparando-as às duas modalidades esportivas do título.

Em um caso trata-se de iniciativas imediatas, intensas e orientadas para uma solução rápida, como a reivindicação de uma PLR, a resistência a uma demissão, uma greve localizada.

O outro caso pressupõe uma ação planejada, continuada e persistente, como uma campanha salarial, um esforço de maior integração de mulheres na ação sindical, um lobby no Congresso Nacional, levando-se em conta os partidos políticos e os parlamentares suscetíveis de compreensão e apoio às nossas causas.

Na maioria dos casos realmente existentes é comum a interação das duas modalidades em que estratégia (maratona) e tática (100 metros) se complementam.

Tomemos como exemplo uma campanha de sindicalização. Preparada de maneira eficiente perseguindo a necessidade permanente de novas adesões de associados ela leva em conta também, em cada situação concreta, a disponibilidade de argumentos favoráveis, como uma vitória recente, um acontecimento cultural ou esportivo e o êxito de uma greve.

Qualquer que seja a modalidade, corrida de 100 metros, maratona, ou combinação das duas, cabe à direção sindical inteligente garantir o maior empenho e unidade dos trabalhadores e trabalhadoras para que a corrida tenha êxito.

João Guilherme Vargas Netto – Consultor sindical de entidades de Trabalhadores e membro do Diap.