23.8 C
São Paulo
terça-feira, 18/06/2024

Enfermagem realiza atos em todo Brasil

Data:

Compartilhe:

Começou nesta quarta (21), o Ato Nacional de Mobilização e Paralisação da enfermagem. Sindicatos e Conselhos representantes dos trabalhadores pressionam para que o Congresso e governo federal definam as fontes de custeio para o pagamento do Piso Salarial Nacional da Categoria.

greve da enfermagem
Em Brasília milhares pessoas participaram dos atos

A Agência Sindical entrevistou o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde (CNTS), Valdirlei Castagna, que fez um balanço das manifestações.

ADESÃO – Segundo Castagna, a adesão dos trabalhadores foi maior do que na manifestação do dia 9 de setembro, a primeira de abrangência nacional.

“Foi bastante positiva a adesão da categoria.

Tivemos o número de participantes foi maior do  na primeira manifestação.

Só em Brasília foram mais de 5 mil trabalhadores em frente ao Congresso.

A categoria não aguente mais esperar”, diz Castagna.

SENADO – O presidente da CNTS fala sobre pressão para que os recursos do Piso sejam aprovados o mais rápido possível.

“A expectativa é que os meios para viabilizar o nosso Piso seja definido até amanhã. Temos vários senadores comprometidos para que isso seja decidido logo. O presidente do Senado, Rodrigo Pacho, está trabalhando junto com outros líderes da Casa para que isso se resolva ainda esta semana”, conta Castagna.

MOBILIZAÇÃO – A CNTS registrou atos em todas as capitais e grandes cidades. As maiores manifestações foram registradas em Minas Gerais, São Paulo, Brasília e Curitiba. A categoria emprega 2,6 milhões de Enfermeiros, Técnicos, Auxiliares e Parteiras.

Conteúdo Relacionado

Metalúrgicos de Catalão conquistam avanços

Depois de muita negociação, terminou com boas notícias a Campanha Salarial 2024/2025 da John Deere, no Catalão, em Goiás. Os metalúrgicos conseguiram conquistar reajuste...

Cesta básica sobe, mostra o Dieese

Pesquisa mensal do Dieese apura que em maio o valor do conjunto de alimentos básicos aumentou em 11 das 17 Capitais. A Pesquisa Nacional...

Sindicato de Niterói firma aditivo com avanços

Mais uma vitória para uma grande parcela de frentistas no Estado do Rio de Janeiro. Desta vez, de Araruama, Cachoeira de Macacu, Guapimirim, Iguaba...

Miguel da Força defende democracia e inclusão

Na quarta (12), Miguel Torres falou em nome do sindicalismo nacional e da classe trabalhadora na Conferência da Organização Internacional do Trabalho, em Genebra,...

CUT debate os impactos dos parques eólicos para a classe trabalhadora

A CUT debateu nesta terça-feira (11) e quarta-feira (12) em Natal, no Rio Grande do Norte, os impactos dos parques eólicos nas comunidades locais,...