Greve vitoriosa conquista direitos na Aurora de Erechim

0
110

Terminou com vitória a greve de seis dias de dois mil trabalhadores da unidade da Aurora de Erechim (RS).

Em assembleia, realizada dia 5 de agosto, os cerca de dois mil funcionários da unidade aceitaram proposta patronal e encerraram paralisação.

O acordo inclui reajuste salarial de 4%; estabilidade no emprego de 45 dias após a greve; além de outros avanços. Entre eles, Abono de R$ 900,00; Auxílio escolar de R$ 643,14; aumento do Auxílio Creche de R$ 123,00 para R$ 200,00.

Artur Bueno de Camargo, presidente da Confederação dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação (CNTA Afins), avalia: “A greve pôde atender às importante demandas imediatas, mas, além disto, tem finalidade maior: impor respeito aos patrões”.

Segundo Artur, a orientação, sempre, é o trabalhador procurar seu Sindicato e somar forças com as Federações e a CNTA para assegurar direitos e avançar em conquistas novas.

Vento a favor – O dirigente sindical lembra que o setor de agroindústrias está aquecido e que, mesmo assim, os trabalhadores podem enfrentar dificuldades. “Se a empresa tiver bom senso, a negociação avança. Caso contrário, as máquinas precisam parar para os empregados serem ouvidos,” explica Artur.

Leia também – Congresso Nacional fortalece bandeiras da CNTA.

MAIS – Acesse o Site da CNTA Afins.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui