Grupo de Trabalho da Alimentação debaterá Reforma Sindical

0
158

A Confederação Nacional dos Trabalhadores na Alimentação (CNTA) realizou Seminário dia 8 de agosto para debater a “Reforma Sindical”.

O evento híbrido (online e presencial) foi transmitido da sede da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de São Paulo – Fetiasp.

Além de dezenas de dirigentes sindicais do setor da alimentação, o evento contou com a presença de representantes das Centrais Sindicais CTB, Força Sindical, NCST e UGT. A CUT, apesar de convidada, não participou.

Presidente da CNTA, Artur Bueno de Camargo, coordenou a reunião que levantou diversas dúvidas sobre o tema, que vem sendo debatido pelas Centrais. A preocupação dos dirigentes é de como o tema tem sido conduzido.

GT – Para acompanhar o que tem sido debatido, os presentes aprovaram a formação de um Grupo de Trabalho. O GT, estabelecido quarta (16), é formado por 12 dirigentes, ligados às Centrais.

Artur Bueno de Camargo, presidente da CNTA, afirma que o resultado do debate será encaminhado para o Governo Federal. Ele diz: “Porém, os maiores interessados são os Sindicatos, as Federações e as Confederações. É justo participarmos das discussões”.

Segundo o presidente da CNTA, a ideia do GT é contribuir na elaboração da proposta final. “Trabalharemos para que o texto final contemple as necessidades do movimento sindical e, assim, de todos os trabalhadores brasileiros”, garante Artur Bueno de Camargo.

Mais – Acesse o site da CNTA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui