23.8 C
São Paulo
terça-feira, 18/06/2024

Grupo de Trabalho da Alimentação debaterá Reforma Sindical

Data:

Compartilhe:

A Confederação Nacional dos Trabalhadores na Alimentação (CNTA) realizou Seminário dia 8 de agosto para debater a “Reforma Sindical”.

O evento híbrido (online e presencial) foi transmitido da sede da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de São Paulo – Fetiasp.

Além de dezenas de dirigentes sindicais do setor da alimentação, o evento contou com a presença de representantes das Centrais Sindicais CTB, Força Sindical, NCST e UGT. A CUT, apesar de convidada, não participou.

Presidente da CNTA, Artur Bueno de Camargo, coordenou a reunião que levantou diversas dúvidas sobre o tema, que vem sendo debatido pelas Centrais. A preocupação dos dirigentes é de como o tema tem sido conduzido.

GT – Para acompanhar o que tem sido debatido, os presentes aprovaram a formação de um Grupo de Trabalho. O GT, estabelecido quarta (16), é formado por 12 dirigentes, ligados às Centrais.

Artur Bueno de Camargo, presidente da CNTA, afirma que o resultado do debate será encaminhado para o Governo Federal. Ele diz: “Porém, os maiores interessados são os Sindicatos, as Federações e as Confederações. É justo participarmos das discussões”.

Segundo o presidente da CNTA, a ideia do GT é contribuir na elaboração da proposta final. “Trabalharemos para que o texto final contemple as necessidades do movimento sindical e, assim, de todos os trabalhadores brasileiros”, garante Artur Bueno de Camargo.

Mais – Acesse o site da CNTA.

Conteúdo Relacionado

Metalúrgicos de Catalão conquistam avanços

Depois de muita negociação, terminou com boas notícias a Campanha Salarial 2024/2025 da John Deere, no Catalão, em Goiás. Os metalúrgicos conseguiram conquistar reajuste...

Cesta básica sobe, mostra o Dieese

Pesquisa mensal do Dieese apura que em maio o valor do conjunto de alimentos básicos aumentou em 11 das 17 Capitais. A Pesquisa Nacional...

Sindicato de Niterói firma aditivo com avanços

Mais uma vitória para uma grande parcela de frentistas no Estado do Rio de Janeiro. Desta vez, de Araruama, Cachoeira de Macacu, Guapimirim, Iguaba...

Miguel da Força defende democracia e inclusão

Na quarta (12), Miguel Torres falou em nome do sindicalismo nacional e da classe trabalhadora na Conferência da Organização Internacional do Trabalho, em Genebra,...

CUT debate os impactos dos parques eólicos para a classe trabalhadora

A CUT debateu nesta terça-feira (11) e quarta-feira (12) em Natal, no Rio Grande do Norte, os impactos dos parques eólicos nas comunidades locais,...