Jornalistas fazem ato contra demissões na Globo

0
216

Sindicatos de Jornalistas estão em luta contra a Rede Globo. A emissora iniciou dia 3 demissão em massa de profissionais da comunicação. Ao todo já foram dispensados cerca de 50 repórteres, produtores, editores e radialistas, em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Recife.

Sindicalistas denunciam falta de diálogo e prática antissindical. Já que os cortes foram feitos durante assembleia da campanha salarial dos trabalhadores.

Por lei, as empresas são obrigadas a fazer negociações coletivas com as entidades sindicais antes de promover demissão em massa. O caso foi denunciado ao Ministério Público do Trabalho (MPT).

Organizados pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), os trabalhadores farão nesta terça, dia 11, a partir das 13 horas, protestos em todos os locais onde a Globo tem sede própria.

Segundo Thiago Tanji, presidente do Sindicato de São Paulo e secretário-adjunto de Mobilização da Fenaj, o objetivo é barrar o processo de demissão em curso. “Vamos fazer ações unificadas em frente às sedes da emissora com carro de som. Queremos abrir negociação”.

MAIS – Acesse o site da Fenaj e dos Sindicatos de SP e RJ.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui