Dirigente metalúrgico cobra sede Ministério do Trabalho

0
146
Ministério do Trabalho

Nesta semana, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos e Região, Josinaldo José de Barros (Cabeça), criticou a falta uma representação efetiva do Ministério do Trabalho na cidade.

Em informe distribuído à imprensa, o líder sindical cobrou que o órgão federal dê atenção devida aos relações de trabalho numa cidade de mais de 1,3 milhões de pessoas.

Após mais de sete meses do governo Lula, em Guarulhos a única presença da Pasta do Trabalho na cidade é uma sala cedida pela representação do INSS, à rua Brasileira, 399, Itapegica.

No caso do Sindicato dos Metalúrgicos, são cerca de 45 mil trabalhadores representados: “O Ministério do Trabalho tem que ser forte em Guarulhos. Afinal, a quem vamos recorrer pra uma mediação, mesa-redonda com o patrão ou mesmo uma fiscalização contra acidente no trabalho?”, questiona Cabeça.

Apesar do tamanho, Guarulhos não dispõe mais de uma repartição efetiva do Ministério do Trabalho e Emprego – antigamente, era a Subdelegacia do Trabalho; depois, a Superintendência Regional do Trabalho (SRT).

Além de cobrar o Ministério do Trabalho, o presidente dos Metalúrgicos chamou os demais sindicatos da cidade para se unir a esta luta e pressionar os responsáveis pelo setor.

Leia aqui as manifestações do presidente do Sindicato dos Metalúrgicos.

MAISSite do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui