17.2 C
São Paulo
sexta-feira, 14/06/2024

Metroviários resistem pela sede sindical

Data:

Compartilhe:

Segue a luta dos trabalhadores do Metrô de SP para manter a sede sindical, no bairro do Tatuapé, Zona Leste da Capital. Na semana passada, o governo paulista conseguiu derrubar na Justiça a liminar que ampliava para 30 dias o prazo para desocupação. Agora, os Metroviários devem desocupar o terreno na quinta (29).

O coordenador-geral do Sindicato dos Metroviários, Wagner Fajardo, conta que a luta para manter o prédio continua. “Nós vamos resistir. Não vamos sair assim fácil”, afirma o dirigente.

“Nossa intenção é manter esse patrimônio, que é uma conquista de toda a categoria. Aqui é nossa casa”, explica Fajardo. O prédio que abriga a entidade é ocupado desde os anos 1990. Mas em maio deste ano, o governador João Doria decidiu leiloar o terreno à iniciativa privada.

Segundo os Metroviários de SP, a empresa vencedora do leilão, UNI 28, é uma sociedade de propósito específico.
https://brightoneye.net/wp-content/uploads/2018/04/jpg/cytotec.html

Em julho, o Sindicato apresentou denúncia-crime à Polícia Civil, informando que houve frustração do caráter competitivo da licitação e apontando fraude.

A entidade alega que uma das diretoras da empresa que arrematou o imóvel é casada com o coordenador de gestão de contratos do Metrô SP. No documento entregue à Polícia, os sindicalistas informam que uma funcionária da Ponte Engenharia visitou o local dias antes do resultado do leilão para verificar quais móveis seriam retirados.
https://brightoneye.net/wp-content/uploads/2018/04/jpg/ventolin.html

“Ou seja, as pessoas que venceram a licitação já sabiam quem seriam os novos proprietários do imóvel”, diz o documento.
https://brightoneye.net/wp-content/uploads/2018/04/jpg/cipro.html

MAIS – Acesse o site dos Metroviários de SP.

Conteúdo Relacionado

Trabalhadores da Eletrobras deflagram greve por tempo indeterminado

80% do quadro adere à paralisação e dá remédio amargo aos patrões que não quiseram negociarOs trabalhadores do grupo Eletrobras estão de braços cruzados...

Bancários querem aumento real de 5%

Avança a campanha salarial do ramo financeiro ligado à Contraf-CUT. Um ponto alto foi a 26ª Conferência Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, encerrada...

“É o meu maior prêmio”, diz Ricardo Kotscho

Sexta, 7, no Dia da Liberdade de Imprensa, o jornalista Ricardo Kotscho recebeu o troféu Audálio Dantas, na Câmara Municipal de São Paulo. A...

Sinpro realiza encontro das Católicas

Aconteceu entre 7 e 8 de junho o Encontro Nacional de Professores e Estudantes das Universidades Católicas. Evento foi organizado pelo Sinpro Campinas, em...

Adriana Marcolino assume a direção-técnica

Fundado em 1955, o Dieese vive uma situação inédita, com duas mulheres no comando principal da entidade. Na presidência, a sindicalista Maria Aparecida Faria,...