21.5 C
São Paulo
sexta-feira, 14/06/2024

MPT libera empregados da C.Vale para o velório

Data:

Compartilhe:

Os trabalhadores da C.Vale – Cooperativa Industrial poderão ir ao velório dos oito companheiros mortos em acidente na empresa, quarta-feira (26). Mas irão contra a vontade da empresa.

A garantia da ida ao velório coletivo, no ginásio de esportes de Palotina, decorre de decisão liminar obtida pelo Ministério Público do Trabalho junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 9ª. Região, no processo número 0000559-52.2023.5.09.0655.

O juiz do Trabalho, Alexandre Augusto Campana Pinheiro, argumenta: “Ora, ao impedir as últimas homenagens de seus funcionários aos colegas de trabalho vitimados pelo terrível acidente, em virtude da manutenção do integral funcionamento de sua cadeia produtiva, a cooperativa viola os mais basilares princípios do direito humano”.

Segue: “Diante disso, acolho parcialmente o pedido liminar da parte autora, para determinar que a cooperativa providencie a liberação do trabalho de seus funcionários próprios e terceirizados/avulsos que assim desejarem, para comparecimento ao velório e ao sepultamento dos seus colegas de trabalho vitimados pelo acidente ocorrido em 26/7/2023”. Liberação por duas horas. Multa de R$ 20 mil por funcionário, em caso de descumprimento.

CNTA – A Agência Sindical ouviu Artur Bueno de Camargo, presidente da Confederação dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação. Ele afirma: “O comportamento da empresa é desumano e tem nosso integral repúdio”. O dirigente chama atenção dos órgãos públicos para a necessária apuração do acidente. Ele também põe em dúvida a condição legal dos estrangeiros contratados.

Leia também: Mortes na C.Vale expõem insegurança

MAIS – No site da CNTA Afins ou pelo WhatsApp. Clique aqui. 

Conteúdo Relacionado

Cesta básica sobe, mostra o Dieese

Pesquisa mensal do Dieese apura que em maio o valor do conjunto de alimentos básicos aumentou em 11 das 17 Capitais. A Pesquisa Nacional...

Sindicato de Niterói firma aditivo com avanços

Mais uma vitória para uma grande parcela de frentistas no Estado do Rio de Janeiro. Desta vez, de Araruama, Cachoeira de Macacu, Guapimirim, Iguaba...

Miguel da Força defende democracia e inclusão

Na quarta (12), Miguel Torres falou em nome do sindicalismo nacional e da classe trabalhadora na Conferência da Organização Internacional do Trabalho, em Genebra,...

CUT debate os impactos dos parques eólicos para a classe trabalhadora

A CUT debateu nesta terça-feira (11) e quarta-feira (12) em Natal, no Rio Grande do Norte, os impactos dos parques eólicos nas comunidades locais,...

Químicos de Rio Claro fazem Curso de Fortalecimento da CIPA

O Sindicato dos Químicos de Rio Claro e Região, em parceria com o DIESAT e com o apoio da FEQUIMFAR, realiza entre os dias 10...