Nota da CNTEEC apoia senador Aziz

0
380

Grande número de entidades veio a público manifestar apoio ao trabalho da CPI da Covid-19, no Senado. Notas também criticam o tom exacerbado de comunicado dos comandos militares.

Há quem veja na postura dos comandantes das três Forças erro de deslocamento, porque, na medida em que se destemperam, acabam por empurrar as Forças Armadas para o rolo das vacinas.

No entanto, o trabalho do senador Aziz, que preside a Comissão Parlamentar de Inquérito, em que pesem críticas à prisão de depoente, é apoiado.

Confederação – Expedida pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Educação e Cultura, assinada por seu presidente, segue NOTA da CNTEEC.

Brasília – DF, 8 de julho de 2021.

Nota de Apoio:

Estamos cansados de repetir que dentre tantas coisas que estamos passando, fome, desemprego e, especialmente, a pandemia que nos inquieta com as novas linhagens do Covid-19, a insegurança na condução dos trabalhos de vacinação, temos a dizer que o excesso cometido pelo presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito seja melhor interpretado pela nossas Forças Armadas.

Não é fácil aguentar a pressão dos depoimentos, muito menos tentar entender o que está por trás das condutas de diversos Servidores, alguns militares, na condução da compra de vacinas que sequer haviam sido aprovadas pela Anvisa e o caso de terem sido intermediada por terceiros, de pouca isenção moral.

Ao presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), temos que prestar nosso apoio e consideração pela grandiosidade de seu trabalho.

Respeitosamente, deixamos aqui uma manifestação favorável à grandeza do trabalho apresentado e que tudo sirva para termos um BRASIL MELHOR e mais democrático.

Oswaldo Augusto de Barros – CNTEEC

 

Oswaldo Augusto de Barros é presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Educação e Cultura (CNTEEC) e coordenador do Fórum Sindical dos Trabalhadores (FST).

Mais informações  – http://cnteec.org.br/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui