Hora de unir forças, diz Nova Central

0
185
Hora de unir forças, diz Nova Central
Unir forças é um ato de coerência em defesa da democracia

O professor Oswaldo Augusto de Barros preside a Nova Central Sindical de Trabalhadores. Ele é um dos signatários da Nota, publicada dia 14, na qual cinco Centrais apelam ao campo progressista o voto em Lula no primeiro turno. O documento também faz um apelo explícito aos eleitores do candidato Ciro Gomes (PDT).

Oswaldo falou com a Agência Sindical, reforçando que o momento nacional requer união e concentração nos objetivos. Ela afirma: “ Unir forças já é um ato de coerência em defesa da democracia. É muito importante ver que as pessoas estão cada vez mais interessadas em conversar sobre política, em discutir essa questão.”

Segundo o presidente da Nova Central e coordenador do Fórum Sindical dos Trabalhadores, “nossas vidas são feitas de atos políticos domésticos e o próprio convívio é o maior ato político que podemos dar como exemplo”. O professor observa: “Reunir pessoas em favor de um objetivo comum é meritório, ainda mais quando esse objetivo nos torna cidadãos mais livres”.

PROGRESSISTA – Para Oswaldo Augusto de Barros, “pertencer ao campo progressista nada mais é que estar participante do diálogo que muda pra melhor as vidas das pessoas e dos trabalhadores, em especial”.

Do ponto de vista político e eleitoral, a Nova Central Sindical é eclética, ou seja, abriga em suas fileiras diversas correntes políticas.

MAISNova Central, FST e CNteec

LEIA TAMBÉM

CENTRAIS ADVERTEM SOBRE COAÇÃO ELEITORAL

SEGURANÇAS AMEAÇAM FRENTISTAS EM GOIÁS

SINDFORTE REFORMA AS COLÔNIAS DE FÉRIAS

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui