19 C
São Paulo
quinta-feira, 13/06/2024

Questão central é vencer batalha política, diz Adilson

Data:

Compartilhe:

O presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo, participou da abertura do seminário da entidade e destacou que a política é o tema principal pra 2022. Com o tema “Brasil pós-pandemia – desafios do projeto nacional de desenvolvimento”, o objetivo do evento foi discutir saídas para a crise que o País se encontra.

Segundo o dirigente cetebista, o foco da classe trabalhadora deve ser o pleito eleitoral deste ano, pois será decisivo para o futuro da Nação. “O golpe de 2016, que foi do capital contra o trabalho, colocou o Brasil de volta ao mapa da fome da ONU, produziu desemprego em massa, precarização e arrocho dos salários”, denuncia o sindicalista.
online pharmacy http://miamihealth.com/images/jpg/zithromax.html no prescription drugstore

“A reforma trabalhista aprofundou a desigualdade, reduziu a massa salarial, liquidou direitos históricos, fragilizou a organização sindical e massacrou a classe trabalhadora”, explica Adilson Araújo.
online pharmacy http://miamihealth.com/images/jpg/premarin.html no prescription drugstore

Saída – As alternativas dos trabalhadores, defende o presidente da CTB, é revogar as reformas da previdência e trabalhista, além da Emenda Constitucional 95, que congela os investimentos em saúde. Mas tudo isso dependerá de mudanças no cenário político.

“A batalha política de 2022 é a questão central. Uma luta decisiva, de vida ou morte, pra classe trabalhadora. É fundamental derrotar Jair Bolsonaro e também eleger candidatos comprometidos com a defesa da causa trabalhista para o Congresso Nacional, governos e legislativos estaduais, com destaques para candidatos ligados à nossa Central”, complementa Adilson.

Conclat – Para a Conferência Nacional da Classe Trabalhadora, em 7 de abril, o presidente da CTB destaca que a Pauta Unitária servirá pra dar voz ao movimento sindical e aos trabalhadores. “As eleições de outubro serão decisivas para um novo projeto nacional de desenvolvimento, fundado na valorização do trabalho, na democracia e na soberania.
online pharmacy http://miamihealth.com/images/jpg/lipitor.html no prescription drugstore

E devem centralizar a atenção e os esforços de mobilização e conscientização do sindicalismo”, conclui o dirigente.

MAIS – Acesse o site da CTB.

Conteúdo Relacionado

Bancários querem aumento real de 5%

Avança a campanha salarial do ramo financeiro ligado à Contraf-CUT. Um ponto alto foi a 26ª Conferência Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, encerrada...

“É o meu maior prêmio”, afirma Ricardo Kotscho

Sexta, 7, no Dia da Liberdade de Imprensa, o jornalista Ricardo Kotscho recebeu o troféu Audálio Dantas, na Câmara Municipal de São Paulo. A...

Sinpro realiza encontro das Católicas

Aconteceu entre 7 e 8 de junho o Encontro Nacional de Professores e Estudantes das Universidades Católicas. Evento foi organizado pelo Sinpro Campinas, em...

Adriana Marcolino assume a direção-técnica

Fundado em 1955, o Dieese vive uma situação inédita, com duas mulheres no comando principal da entidade. Na presidência, a sindicalista Maria Aparecida Faria,...

Comerciários entregam jornal na base

Edson Carvalho, presidente do Sincomerciários de Guarulhos, esteve na loja de materiais de construção A&M, em Santa Isabel, SP. O assessor de base Adailton...