O deputado federal Luiz Nishimori (PL-PR), relator do criticado PL do Veneno (PL 6299/02), recebeu um grande apoio financeiro de empresários ligados ao agronegócio e ruralistas, durante as eleições de 2018. O Projeto, aprovado na última quarta (9), facilita o uso de agrotóxicos.

Segundo levantamento feito pelo jornalista Paulo Motoryn, no portal DivulgaCand Contas, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Nishimori recebeu R$ 380 mil de ruralistas na campanha eleitoral de 2018. Foram 10 doações feitas por figuras ligadas ao setor.

Anildo Kurek, sócio da FTS Sementes e da Elaine Agropecuária, foi o maior doador, com R$ 80 mil.

PL do Veneno – O Projeto de Lei 6299/02 ficou 20 anos engavetado e foi votado após o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), se mobilizar junto à Bancada Ruralista para recolocá-lo em pauta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui