20.1 C
São Paulo
terça-feira, 23/04/2024

Dirigentes debatem segurança nos frigoríficos

Data:

Compartilhe:

O setor de frigoríficos cresce e ganha muito dinheiro. Mas o desenvolvimento nas relações de trabalho não segue o mesmo padrão. Ao contrário: o setor é campeão em acidentes e registra altos índices de doenças provocadas pelo trabalho.

As entidades do setor se debatem com essa questão, mas enfrentam falta de diálogo por parte do patronato e devido à postura antissindical do atual governo.

Na quarta (14), dirigentes de Sindicatos, Federação (Fetiasp), Confederação (CNTA Afins) e da entidade internacional (UITA) se reuniram em SP para tratar de trabalho decente, diálogo social e também do encaminhamento de propostas à Conferência Mundial, no Canadá, em outubro.

MUNDIAL – O uruguaio Gerardo Iglesias, Secretário Regional Latino-Americano da UITA, foi um dos participantes. Ele diz: “Acompanhamos de perto os problemas nos frigoríficos brasileiros.

Mas a situação mundial não é muito diferente. Esses temas vão ser fortes na Conferência”. Ele lembra que, “mesmo na Alemanha, onde o padrão de relações capital-trabalho é mais avançado, os trabalhadores de um frigorífico precisaram fazer greve de 10 dias”.

O encontro foi solicitado pela CNTA Afins. Seu presidente, Artur Bueno de Camargo, lembra que o setor não parou durante a pandemia da Covid-19. “Os companheiros trabalharam até o esgotamento. Tentamos firmar protocolos com os patrões, mas eles se recusaram. No mesmo período, CNI e governo jogaram pesado pra desmontar a NR-36, norma que garante condições mínimas nos frigoríficos”, conta.

O encontro foi aberto por Antônio Vitor, presidente da Federação. Para Vítor, “as empresas põem o lucro acima de tudo, até por saber que contam com um governo totalmente patronal”. Ele espera que eventual vitória de Lula ajude a melhorar a situação nos frigoríficos.

MAIS – Fetiasp,  CNTA Afins e Dieese.

 

LEIA TAMBÉM:

SINDFORTE REFORMA AS COLÔNIAS DE FÉRIAS

MÊS REPLETO DE AÇÃO SINDICAL

CENTRAIS ADVERTEM SOBRE COAÇÃO ELEITORAL

EX-JOGADOR RAÍ DECLARA VOTO EM LULA

Conteúdo Relacionado

Engenheiros abrem campanha salarial

Acontece quarta, 24, o XXIII Seminário sobre Campanhas Salariais do Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo. Será no auditório do Seesp, à...

Economista explica melhora na renda

A renda per capita no Brasil bateu recorde de crescimento em 2023. Subiu de R$ 1.658,00 pra R$ 1.848,00, alta de 11,5% em relação...

Sindicalismo perde Chicão

Com imensa tristeza, vimos informar a morte de Francisco Cardoso Filho, Chicão, que presidiu o Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região de 1987...

Alimentação busca regulamentar custeio sindical

O pedido de isenção da contribuição sindical por parte do trabalhador só pode ser feito antes da assembleia da categoria. Esta é a posição...

Escola do Sinpro SP promove novos cursos

A Escola de Professores do Sinpro SP está com vagas abertas para dois novos cursos neste mês de abril. A programação é voltada para...