Sindcine assina protocolo na retomada do setor audiovisual

0
493
Prefeito Bruno Covas apresenta o documento assinado pelo Sindcine e demais entidades

O Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual dos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins e DF assinou dia 8 o Protocolo de Segurança e Saúde no Trabalho.

O documento regulamenta a retomada das filmagens na cidade de SP. Cerimônia contou com o prefeito Bruno Covas e as presidentes do Sindcine, Sonia Santana; Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais, Marianna Souza; e do Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo, Simoni de Mendonça.

Segundo Sonia, a partir da publicação do documento, as filmagens podem retomar as atividades em áreas privadas com a equipe no set de maneira segura, seguindo normas de segurança e higiene estabelecidas. O protocolo de 42 páginas abrange todas as funções – do motorista ao diretor de produção.

O segmento abrange cinema e propaganda. “O documento limita jornadas, determina distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas, uso obrigatório dos EPIs, higienização do equipamento utilizado, entre outras medidas. É uma situação nova, que mudará o padrão de trabalho”, afirma Sonia Santana.

A dirigente conta que o retorno às filmagens só foi aprovado porque o setor conseguiu concluir um texto minucioso, aprovado praticamente na íntegra pela Prefeitura. “O documento foi elaborado por 14 associações de profissionais. Trabalhamos com afinco no protocolo. Ainda estamos preparando um manual de orientações”, informa.

Avanço – Sonia destaca que o documento engloba procedimentos que tinham sido relegados, devido à progressiva precarização da atividade. O regramento prevê jornada máxima de 12 horas, de acordo com a previsão legal. “Existe muito abuso. Há profissionais que chegam a trabalhar 30 horas seguidas. Esse item, portanto, é um avanço. Vamos atuar pra que no pós-pandemia a regra seja mantida”, adianta.

A presidente do Sindcine ressalta que é fundamental seguir as medidas de segurança, pra se proteger e aos colegas. “Vamos fiscalizar. Mas é preciso que todos compreendam a importância de seguir as regras de segurança dentro do set”, observa.

Denuncie – Caso presencie irregularidades ou abusos no set, denuncie ao Sindicato. O telefone é (11) 5539.0955 ou pelo site do Sindcine

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui