COVID-19 I Sindicato entra com ação indenizatória contra JBS

0
595
Artur Bueno é presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins)

A proliferação por Covid-19 continua a avançar no setor de frigoríficos. A JBS de Dourados é uma das unidades onde o número de trabalhadores contaminados é alarmante. A fábrica emprega 4.300 funcionários. Destes, 1.075 foram diagnosticados com a doença.

Preocupado com a situação, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Dourados, Mato Grosso do Sul, entrou com ação indenizatória pra cada funcionário contaminado no valor de R$ 200 mil e R$ 100 mil a todos que foram expostos ao vírus. Além das indenizações, a entidade pede também o ressarcimento de despesas médicas.

O Sindicato incluiu no pedido, que corre na 2ª Vara do Trabalho de Dourados, o valor de R$ 500 mil para as famílias de funcionários que venham a morrer.

Presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins), Artur Bueno de Camargo diz que com a Portaria 19/2020, publicada pelo governo, a situação piorou. Ele explica: “Ela é pior que a Norma Regulamentadora 36, que estabelece o distanciamento de um metro entre os funcionários. A Portaria orienta ‘se possível’ um metro. Fica a cargo das empresas. É um absurdo”.

Outra medida defendida pelos sindicalistas é a redução da jornada e ampliação na quantidade de turnos. “É necessário reduzir o número de funcionários dentro das fábricas. Mas eles querem manter o mesmo ritmo, a mesma produção.

online pharmacy buy clomid no prescription pharmacy

Dessa forma, não tem como diminuir o índice de contaminação”, ele afirma.

No último dia 8 de julho, dirigentes das duas Confederações (CNTA e Contac), que representam mais de 1,6 milhão de trabalhadores do setor, se reuniram com membros da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, técnicos da saúde e auditores fiscais.

Uma das resoluções do encontro foi a criação de um Fórum ou Comitê Tripartite para definir medidas eficazes que garantam a segurança e saúde da categoria. Mas a iniciativa pouco avançou, diante da apatia e lentidão do governo. Artur comenta: “É uma falta de vontade. Eles nunca tomam iniciativa e quando tomam é pra piorar a situação”.

Na próxima sexta (24), sindicalistas das duas Confederações e seus assessores jurídicos se reúnem. “Vamos analisar juridicamente quais ações vamos tomar para controlar essa situação.

online pharmacy buy premarin no prescription pharmacy

Porque se esperarmos pelo governo, as vidas desses trabalhadores continuarão em risco”, diz.

online pharmacy buy bactroban no prescription pharmacy

Mais – Acesse o site da CNTA Afins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui