Não é só a gasolina, o diesel e o etanol que sofrem seguidas altas nos preços. Os demais insumos utilizados nos postos de combustíveis têm aumentado muito acima da inflação.

O alerta é de Luiz Arraes, que preside a Federação dos Frentistas no Estado de São Paulo, entidade que congrega 18 Sindicatos. Ele diz: “O óleo de motor subiu mais de 70% em dezembro. Filtro e outros insumos também tiveram aumento muito acima do INPC”.

Amanhã (6), ocorre nova rodada de negociações entre as entidades de trabalhadores e os quatro Sindicatos patronais do Estado de SP. Os empregados reivindicam reposição das perdas, manutenção dos direitos e melhorias nas condições de trabalho. O patronato tem feito propostas abaixo do INPC.

Carestia – A inflação oficial para o período ficou em 10,79%. Mas o sindicalista alega que “a inflação real, pra dona de casa e pras famílias é muito maior, porque a cesta básica, a energia elétrica e o gás de cozinha tiveram aumentos muito altos”. Para Luiz Arraes, o setor patronal vive uma fase boa, porque os preços nos postos não param de subir.

MAIS – Acesse o site da Fenepospetro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui