A União Internacional dos Trabalhadores da Alimentação (UITA) criou um podcast para falar sobre o mundo do trabalho, com ênfase no setor da alimentação e agricultura.
https://brightoneye.net/wp-content/uploads/2018/04/jpg/singulair.html

Para estrear o programa, o convidado foi Artur Bueno de Camargo, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins).

Durante a conversa, Artur ressaltou que a situação atual do Brasil leva à necessidade da união dos trabalhadores do setor para construir uma organização que represente toda a classe produtiva.
https://brightoneye.net/wp-content/uploads/2018/04/jpg/nolvadex.html

“A CNTA e a Contac-CUT, outra confederação da categoria, representam juntas cerca de 1,6 milhão de trabalhadores na alimentação em todo o País. A forma que temos desenvolvido o trabalho é sempre buscando unidade”, afirma Artur Bueno.

Luta – Para o presidente da CNTA, a luta é a mesma para todos do setor. “O que ambas confederações têm como objetivo é buscar melhores condições de trabalho, salários melhores e condições dignas de vida”, explica.

Ele avalia que em 2021 o País ainda terá muita dificuldade, “porque vai ser a ressaca da pandemia”. Por isso, a importância da união para que se enfrente toda a turbulência que venha. “Vamos ter que estar cada vez mais unidos pra enfrentar toda essa situação que virá”, afirma o presidente da CNTA.

Emergencial – Artur diz que o fim do Auxílio Emergencial pode impactar negativamente na vida dos trabalhadores da alimentação. “Muitas famílias estão sobrevivendo com esse Auxílio”, conta.
https://brightoneye.net/wp-content/uploads/2018/04/jpg/propecia.html

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui