Secretário-geral da Contraf-CUT, Gustavo Tabatinga exalta o acordo bianual da categoria

O Brasil tem 450 mil bancários. A Campanha Salarial foi encerrada dia 31 de agosto, com renovação da Convenção Coletiva de Trabalho, a partir de setembro. A maioria das entidades está ligada à Contraf-CUT.

Funcionário do Banco do Brasil e secretário-geral da Contraf, Gustavo Tabatinga avalia a campanha. E enumera três itens: renovação da Convenção; validade por dois anos; e garantia de 0,5% sobre o INPC em 2021. O dirigente também destaca o ativismo via redes sociais. “Os atos da nossa campanha tiveram 120 mil participações. A pandemia não dispersou os bancários”, diz.

Tabatinga participou da live da Agência Sindical, terça, 22. Ele apoia a reivindicação de pagamento até dezembro do Auxílio Emergencial de R$ 600,00. “A Contraf subscreve o artigo das Centrais publicado na Folha de S. Paulo”, afirma.

TRECHOS PRINCIPAIS:

Acordo – Considero o melhor dos últimos 20 anos. Manter os direitos históricos na pandemia é a maior conquista. Ser bianual tranquiliza os bancários no que diz respeito aos direitos.

Reajuste – No ano que vem, além de reposição da inflação, haverá 0,5% de aumento salarial.

PLR – Temos um modelo de acordo aplicável a toda a base. Depois, há negociação por banco pra personalizar a distribuição. Uma fórmula prevê PLR de 2,2% do lucro líquido de forma linear. O outro modelo vai até 90% do salário do trabalhador.

Assédio – Firmamos Protocolo para Prevenção de Conflitos no Ambiente de Trabalho, incluindo o assédio moral. É preciso haver treinamento pra prevenir esse tipo de prática.

Home office – O Dieese fez cerca de 20 mil entrevistas pra entender o assédio no teletrabalho. Funcionários ultrapassam a jornada, ficam sem horário de almoço. Estão em casa, mas sem tempo pra família.

WhatsApp – Ocorre inclusive assédio por WhatsApp e pressão com mensagens, a fim de forçar as pessoas a participar de reuniões em horários de descanso.

Novidade – Algumas funções do home-office temporário se tornaram permanentes. Acordo específico com o Bradesco garante ajuda de custo pra pessoa montar uma estrutura de trabalho na residência.

Economia – Nosso acordo injeta mais R$ 8,1 bilhões no mercado, sem incluir salários. De PLR são R$ 6,2 bi. É uma distribuição potente de recursos, que vão se transformar em consumo. É a melhor forma de distribuir renda e mover a economia.

R$ 600,00 – A distribuição desse Auxílio é fundamental. Foi uma luta pra chegarmos aos R$ 600,00. Existem pautas cidadãs que superam barreiras partidárias. É o caso do Emergencial. O governo postergou, dificultou o acesso e excluiu muita gente do benefício. Nós defendemos essa pauta das Centrais e vamos nos mobilizar pelo valor de R$ 600,00.

Live – Clique aqui e assista na íntegra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui