26 C
São Paulo
domingo, 19/05/2024

Fenaban propõem 75% da inflação

Data:

Compartilhe:

Avança pouco a Campanha Salarial dos cerca de 450 mil bancários do País. Por isso, a Confederação Nacional dos Trabalhadores Financeiros, Federações e Sindicatos realizaram terça (30) o Dia Nacional de Luta contra a proposta da Federação Nacional dos Bancos – Fenaban.

Já houve 18 mesas de negociação. A Fenaban propõe 75,8% da inflação, o que gera perda salarial de 2%. Também oferece 100% da inflação (projetada pelo BC em 8,83% pro final de agosto) nos vales-alimentação e refeição. A categoria pleiteia a inflação dos alimentos, cerca de 15,5%. Data-base é 1º de agosto.

Além de faixas e cartazes de protestos, os bancários atrasaram a abertura de agências. O Comando orientou o uso da hashtag #PropostaDecenteouGreve e a marcação dos perfis dos bancos (@itau@Bradesco@Santander_br@BancodoBrasil, Caixa e @Febraban) nas postagens.

Na segunda (29), pouco antes de nova mesa com a Fenaban, Juvândia Moreira, presidente da Contraf-CUT, falou à Agência Sindical. “É enorme o lucro dos bancos. Absurdo que proponham reajuste abaixo da inflação”, criticou. No primeiro semestre, os cinco principais bancos registraram aumento de 14,4% no lucro. Ou seja, R$ 56,5 bilhões. A sindicalista é a coordenadora do Comando Nacional.

ASSÉDIO – A negociação avançou em itens ligados às relações de trabalho, especialmente quanto a assédio sexual e moral. Este ano, a categoria foi sacudida pelo escândalo do então presidente da Caixa, Pedro Guimarães. Juvândia alerta: “Não é só na Caixa. O assédio tem sido comum nos bancos”.

Teletrabalho – As entidades reclamam que o home office dificulta o diálogo com a base. Os bancos, afirma Juvândia Moreira, resistem em fornecer dados que facilitem o contato ou possibilitem sindicalizar.

Brasil tem cerca de 160 instituições bancárias.

FOTOS – Clique aqui pra ver a galeria de fotos do Dia Nacional de Lutas.

FEPESP CONVOCA PRA ASSEMBLEIA DECISIVA

PPR NO TRANSPORTE DE VALORES SAI ATÉ O DIA 31

ALCKMIN FALA A METALÚRGICOS

SALÁRIOS AINDA PERDEM PARA INFLAÇÃO, MOSTRA DIEESE

Conteúdo Relacionado

Futebol dos Metalúrgicos volta domingo e arrecada para o Rio Grande do Sul

Ganha reforço neste domingo (19) a campanha do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região em prol das vítimas das enchentes do Sul. A...

Cartilha do MPT lista os atos antissindicais

O Ministério Público do Trabalho publicou a cartilha "Atos Antissindicais. O que fazer?". Documento idealizado pela Conalis - Coordenadoria Nacional de Promoção da Liberdade...

Centrais farão Plenária

Quarta, 22, as Centrais Sindicais realizarão plenária em Brasília. A parte da manhã será dedicada a debater a Pauta Unitária aprovada na Conclat 2022,...

O Sul precisa de ajuda, diz líder frentista

O Sindicato dos Frentistas do Rio Grande do Sul fica no Centro de Porto Alegre, Capital. Na quarta, 15, às 11h50, a água ainda...

Sinpro Campinas completa 83 anos

quarta, dia 15, o Sinpro Campinas completou 83 anos. Integrante da Federação (Fepesp), a entidade representa o professorado da rede privada, além do Sistema...