Com o apoio da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Alimentação – CNTA/Afins – e idealizado pela UITA (União Internacional dos Trabalhadores da Alimentação), a partir de um convênio com Central Sindical da Suécia, a Union to Union, foi lançado na última semana o livro “As Pandemias dos Frigoríficos”.

O médico Roberto Ruiz, especialista em Medicina do Trabalho, e o secretário regional da UITA para a América Latina, Gerardo Iglesias, foram os organizadores do livro. Ele é resultado de quase dois anos de coleta de informações, dados e artigos sobre os impactos da Covid-19 e de outras situações de exposição a risco entre trabalhadores do setor.

“Muito antes da Covid-19, nós acompanhamos diversas situações de exposição em frigoríficos, onde constatamos um grande número de portadores de doenças do trabalho e vítimas de acidentes que se repetem, como se fossem uma epidemia. Com o surgimento da pandemia, percebemos que essa era apenas mais uma situação de risco. Foi assim que nasceu a ideia do livro, com esse título no plural”, conta Roberto Ruiz.

Disponibilidade – A obra está disponível para download, gratuito, no site da UITA. E eventos de lançamento seguem acontecendo. É o que explica Gerardo Iglesias: “Vamos nas portas das empresas lançar o livro, oferecer aos trabalhadores, aos diretores das indústrias. É preciso fazer esse livro chegar às pessoas”.

Aliado – O livro pretende também ajudar na construção de argumento sobre a Covid-19 como acidente do trabalho. “Os trabalhadores da alimentação não tiveram a opção de não trabalhar durante a pandemia”, diz Artur Bueno de Camargo, presidente da CNTA/Afins. Ele completa: “Eles ficaram mais expostos ao vírus. Cada dia mais essa visão está clara: para os trabalhadores em serviços essenciais, a Covid-19 foi um acidente de trabalho”.

MAIS – Clique aqui e baixe o livro “As Pandemias dos Frigoríficos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui