A Federação dos Frentistas de São Paulo (Fepospetro) rejeitou dia 22 a proposta patronal de reajuste zero na Campanha Salarial da categoria. A próxima reunião acontece dia 4 de maio e terá transmissão pelas redes sociais da Fepospetro e Sindicatos filiados.

A Federação congrega dezessete entidades no Estado de SP e representa 100 mil trabalhadores frentistas. A data-base da categoria é 1° de março.

Na avaliação de Luiz Arraes, presidente do Sinpospetro de Osasco (SP) e da Fepospetro, é absurdo o patronal tratar com descaso a categoria, que se manteve em atividade durante toda a pandemia. “Recusamos a proposta e continuaremos mobilizando os trabalhadores para exigir o devido reconhecimento”, ele afirma.

Segundo Arraes, os patrões não têm justificativa para se negar a oferecer reajuste ou não dar respostas a reivindicações como o vale-refeição e condições sanitárias de saúde e segurança dos trabalhadores. O dirigente diz: “É inaceitável. A Fepospetro jamais permitiu que uma negociação salarial fosse encerrada sem o devido registro de avanços de direitos e com reposição salarial”, diz.

Reunião – O objetivo da transmissão pelas redes sociais da Fepospetro e Sindicatos filiados é expor as dificuldades enfrentadas na Campanha Salarial e mobilizar a categoria.

Mais – Acesse o site da Fepospetro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui