Segundo o jornalista Ricardo Feltrin, via site UOL, começou nesta quarta (10) o movimento paredista na Igreja Mundial do Poder de Deus. Diversos sites também dão a notícia. A greve se deve a atrasos e calotes do pastor Valdemiro Santiago, denunciam os empregados.

Escreve Feltrin: “Os funcionários da Igreja Mundial, do apóstolo Valdemiro Santiago, decretaram greve hoje (10). Segundo os grevistas, há tempos a instituição descumpre normas e direitos trabalhistas. Entre outros problemas, a igreja atrasa salários e vale-alimentação. Funcionários apontam irregularidades e falta de depósitos no Fundo de Garantia”.

As queixas, que não são novas, teriam se agravado com a pandemia da Covid-19. Bem que Valdemiro tentou evitar o novo Coronavírus com uma espécie de feijão consagrado e mágico. Mas não deu certo.

Encabeçado pelo Sindicato dos Radialistas do Estado de SP, o movimento afirma em Nota que a situação se arrasta há tempos. Segundo os líderes do movimento, a Igreja afirmou que iria regularizar a situação, em diversas reuniões, mas não cumpriu o combinado.

Trancas – Segundo o jornalista Ricardo Feltrin, no início do ano, funcionários da igreja haviam denunciado excesso de aglomeração de pessoas em local fechado, mesmo com as restrições impostas pelas autoridades.

Apesar disso, dirigentes da instituição negaram a aglomeração e ainda informaram que todas as janelas ficavam trancadas com cadeados para evitar roubos no local.

Até o momento, apenas os cargos de gerência e direção estão trabalhando na igreja. Pela televisão, os cultos exibidos são reprises.

Mais – Site do Sindicato dos Radialistas do Estado de SP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui