Sinthoresp pede respeito ao protocolo na reabertura do setor

0
548
O Sinthoresp participou sábado (4) da assinatura do documento, representado pelo secretário-geral Rubens Silva

O Sindicato dos Hoteleiros de São Paulo participou sábado (4) da cerimônia de assinatura do protocolo de segurança pra reabertura de bares e restaurantes. A partir da segunda (6), esses estabelecimentos estão autorizados a funcionar por seis horas diárias.

Secretário-geral do Sinthoresp, Rubens Silva esteve na reunião com o prefeito Bruno Covas e empresários do setor. À Agência Sindical, o dirigente explica que a expectativa pela reabertura era grande. “A inatividade do setor deixou a categoria numa situação dramática. Muitos trabalhadores perderam o emprego e estão sem renda, sobrevivendo da ajuda emergencial”.

Apesar de se preocupar com a retomada da economia, Rubens afirma que o Sindicato não deixou de trabalhar pela construção de um protocolo com medidas de segurança rígidas para o funcionamento de bares e restaurantes. “Estabelecemos normas seguindo as orientações das autoridades, a fim de garantir a segurança de trabalhadores, clientes e patrão”.

A portaria com as regras estabelece medidas preventivas para a operação desses estabelecimentos durante a pandemia, como 40% de capacidade máxima, uso obrigatório de máscaras e horário de fechamento às 17 horas. As mesas também não poderão ser ocupadas por mais de seis pessoas e devem ter 2 metros de distância entre elas.

Segundo Rubens, agora é importante que todos cumpram as medidas para que se amplie o horário de funcionamento. “Seis horas de funcionamento com fechamento às 17 horas ainda não é o ideal, pois com esse horário reduzido muita gente fica de fora. Muitos bares e restaurantes trabalham principalmente à noite”.

O sindicalista cita o que aconteceu no Rio de Janeiro. Na reabertura do setor, houve um total desrespeito às normas de segurança. Ele conta que o corrido fez o governo de São Paulo alterar o horário de fechamento das 22 horas, para as 17 horas. “Por isso, é importante o respeito às normas. Só assim conseguiremos ampliar esse horário de funcionamento o quanto antes”.

Protocolo – Clique aqui e acesse o documento.

Denúncia – Se você presenciar algum abuso ou desrespeito às normas, denuncie ao Sinthoresp. O telefone é o 3197.4653. Acesse o site Sinthoresp.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui