O secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves (Juruna), participou nesta quarta (23) da Live do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba. Durante a conversa, o dirigente, que também é metalúrgico, destacou a organização da Conferência Nacional da Classe Trabalhadora (Conclat), prevista para ocorrer em 7 de abril.

Juruna, que faz parte do Comitê de Organização da 3ª Conclat, foi direto ao ponto: “Os trabalhadores brasileiros precisam estar preparados e unidos para influir e defender a democracia”.

Ele lembra que a Conferência deste ano terá como lema Emprego, Direitos, Democracia e Vida, e que a Pauta da Classe Trabalhadora será lançada durante a Conclat. “Achamos importante realizar esse ano, devido aos problemas que estamos passando, como a pandemia, o desemprego e a alta da inflação. Por isso, vamos criar uma pauta unitária entre as Centrais Sindicais, pra enfrentar essas mazelas”, explica Juruna.

Edições – O secretário-geral da Força citou as duas edições anteriores da Conclat. Ele conta: “Em 1981, se definiu a construção das Centrais Sindicais, em um momento que estávamos em debate sobre a redemocratização do País. Foi uma conferência de reorganização dos trabalhadores”.

Sobre a segunda edição, Juruna lembra: “Em 2010, fizemos uma Conferência da qual reunimos mais de 20 mil pessoas. Criamos uma pauta unitária para apresentar a todos os candidatos à Presidência da República na época. Foi uma maneira de unificar o movimento sindical em torno de bandeiras de lutas”.

MAIS – Clique aqui e assista à live do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui